A Faculdade

  • Quem Somos

    Em todos os actos e processos de gestão da Faculdade de Educação Física e Desporto a cooperação e trabalho em equipa são requeridos, a crítica oportuna e propositiva estimulada, a capacidade de iniciativa e inovação valorizada.

    Sob diferentes formas, todos (docentes e estudantes) são convidados a exercer direitos e deveres, no respeito e dignificação das funções desempenhadas, participando na construção de pessoas e órgãos cada vez mais autónomos, responsáveis e livres. Esta é também uma atribuição geral e fundamental da Universidade em que nos integramos.

    Coordenadores
    Docente Função
    Professor Doutor Jorge Proença
    • Director da Faculdade de Educação Física e Desporto
    • Director da Licenciatura em Educação Física e Desporto
    • Director dos Mestrados em Treino Desportivo e em Ensino da Educação Física nos Ensinos Básicos e Secundário
    Professor Doutor Francisco Carreiro da Costa
    • Director do Doutoramento em Educação Física e Desporto
    • Coordenador do Mestrado em Ensino da Educação Física nos Ensinos Básico e Secundário
    Professor Doutor Jorge Castelo
    • Director do Centro de Estudos de Futebol
    • Coordenador do Mestrado em Treino Desportivo
    Professor Doutor António Palmeira
    • Coordenador do 3º ano da Licenciatura em Educação Física e Desporto
    • Director do Centro de Estudos em Exercício e Saúde e do Mestrado em Exercício e Bem-Estar
    Professora Doutora Raquel Madeira
    • Coordenadora do 2º Ano da Licenciatura em Educação Física e Desporto e do Ramo de Exercício e Bem da Licenciatura
    Professor Doutor José Brás
    • Coordenador do 1º Ano da Licenciatura em Educação Física e Desporto e do Ramo de Educação Física e Desporto Escolar
    • Director do Centro de Estudos em Educação Física e Desporto Escolar
    Mestre Luís Bom
    • Coordenador do Estágio Pedagógico no Mestrado em Ensino da Educação Física nos Ensinos Básico e Secundário
    Professor Doutor João Comédias
    • Coordenador dos Estágios em Treino Desportivo
    Professora Doutora Sandra Martins
    • Coordenadora dos Estágios em Exercício e Bem-Estar
  • Instalações

    Estes são os equipamentos ao dispor dos Alunos da nossa Faculdade.

    • Pavilhão Desportivo
    • Ginásio

    laboratorio exercicio e saude

    • Salas de Observação
    • Laboratório de Exercício e Saúde

    • Biblioteca
    • Auditório

    • Equipamento Informático e Audiovisual
    • Material Didáctico Específico

  • Desporto na Lusófona

    Porquê Clubes Desportivos?

    A criação de clubes desportivos federados na U.L.H.T . decorre da interpretação e da importância que esta Universidade e, de modo muito especial, o Departamento de Educação Física, Desporto e Lazer conferem a uma das missões legal e institucionalmente atribuídas às Universidades – a extensão universitária, a cooperação e interacção com a comunidade.

    De facto, do primeiro protocolo assinado com o Sporting Clube de Portugal, em 1991 (que assegurou o essencial do suporte logístico ao reconhecimento ministerial e ao funcionamento do Curso de Educação Física e Desporto), até ao recente protocolo de colaboração e desenvolvimento pedagógico-científico celebrado com o Sport Lisboa e Benfica, passando pelos existentes com Clubes, Associações e Federações, Direcções Regionais de Educação e Governos Regionais têm permitido concretizar uma colaboração efectiva com vantagens mútuas para as instituições envolvidas, para os nossos alunos e decisiva para o reconhecimento e prestígio da Educação Física e Desporto da Lusófona na comunidade académica, educativa e desportiva nacional.

    Nesta concepção, que poderíamos chamar de verdadeira utilidade pública, de concretização de mais um dos déficites deste país e do ensino superior – a cooperação entre Universidades e empresas – a criação de clubes desportivos na Lusófona representa mais um elemento de um sistema que pretendemos coerente e com todas as características definidoras da relação sistémica. Um sistema em que a interacção permanente entre os elementos resulte no aperfeiçoamento de cada unidade e da globalidade.

    Os clubes desportivos da Lusófona existem enquanto estruturas propiciadoras de uma prática desportiva pedagogicamente correcta tendo como centro de toda a sua actividade o praticante desportivo, facultando o seu desenvolvimento harmonioso e integral; um desenvolvimento em que a actividade física e a prática desportiva competitiva assumem papel primordial.

    Reportando-se a nichos de actividade com características muito próprias, o Judo, o Voleibol e o Surf/ Bodyboard representam realidades sócio-desportivas diversas, com elevado grau de autonomia, mas com fundamentos, concepção e objectivos comuns.

    Os magníficos resultados desportivos já alcançados são a natural expressão destas orientações e da competência e empenho, da verdadeira paixão dos seus principais obreiros e da vasta e dedicada equipa que, dia a dia, vai aumentando e melhorando os níveis de performance. Ao Rui Rosa, António Morais, João Saudade e Silva, António Rodrigues e Sandro Maximiliano é devido o nosso reconhecimento pela inexcedível dedicação posta ao serviço deste Projecto. Um Projecto que, contribuindo para a realização pessoal de tantos, reforça e dá nova dimensão ao Desporto na Lusófona e, o que é essencial, ao próprio Projecto da Universidade Lusófona.

    Clube Exercício e Saúde

    O Clube de Exercício e Saúde, para além de se constituir como um espaço para a prática de exercício físico, de modo efectivo e seguro, para a comunidade escolar (docentes, discentes e funcionários) da ULHT, reunirá as condições para que se desenvolvam projectos de investigação, formação e estágio. É com base neste conceito que a Manz Produções irá assumir a gestão do CES, já a partir de Março, dando-lhe uma nova dinâmica.

    Clube de Exercício e Saúde – uma nova dinâmica

    PROTOCOLO COM A MANZ

    Em termos de oferta de serviços aos sócios o CES disponibizará:

    • Avaliação da condição física: versão standard (peso e composição corporal, pressão arterial, aptidão cardiorespiratória, flexibilidade) e versão plus (adiciona avaliação da condição muscular e avaliação postural e funcional);
    • Aulas de grupo: Body Pump ® , Body Combat ® , Body Balance ® , Body Attack ® , Body Step ® , Body Jam ® e RPM ® , num total aproximado de 20 aulas por semana;
    • Sala de exercício para treino cardiovascular, treino da força e treino funcional;

    PROGRAMA CONTROLO DE PESO

    O acesso ao CES vai estar facilitado, tanto pela aplicação de taxas mensais muito abaixo dos valores de mercado, como pela existência de um horário alargado, o que deve levar a comunidade da ULHT a eleger o CES como o local privilegiado para a prática de exercício físico.

  • Protocolos

    Sport Lisboa e Benfica | Aditamento protocolo – slb aditamento – 2011.pdf


    Holmes Place protocolo holmes place – 2011.pdf


    Associação de Empresas de Ginásios e Academias de Portugal protocolo agap – 2011.pdf


    Solplay – Family Health Club protocolo solplay – 2011.pdf


    MANZ protocolo manz – 2011.pdf


    Câmara Municipal de Mafra protocolo cmmafra 2011.pdf


    CEFAD – Formação Profissional, Lda protocolo cefad – 2011.pdf


    Sport Lisboa e Benfica (Futebol – Formação) protocolo slb – 2011.pdf


    Sport Lisboa e Benfica | Modalidades protocolo slb modalidades – 2011.pdf


    Câmara Municipal de Vila Franca de Xira protocolo_vila_franca_xira 13dez2010.pdf


    Clube de Futebol “Os Belenenses” e “Os Belenenses” – Sociedade Desportiva de Futebol, SAD protocolo_belenenses_30 12_2010.pdf